Os medos...

28 de janeiro de 2016

Todos temos medos... Mas eu sou a mulher mais medrosa do mundo, tenho medo de morrer, tenho medo de não aproveitar todas as oportunidades que a vida me dá, não ter estado o tempo suficiente com as pessoas que amo, de não ter arriscado mais, de ter deixado coisas pela metade, não ter apostado mais em mim, não ter estado lá nos momentos que precisavam de mim porque simplesmente estava distraída com outras coisas, medo que não reconheçam aquilo que faço, aquilo que sou, aquilo que faço diariamente para ser uma pessoa melhor, medo de não meditar as vezes que devia, não ter tratado do meu interior com mais amor, não ter sido grata as vezes suficientes, de não ter saído mais vezes de casa, não ter tido uma alimentação mais saudável, não ter apostado mais na minha formação, não ter sido mãe, não ter tido uma família, não ter digo amo-te as vezes que deveria ter dito... Tenho medo, medo que um dia este filme acabe eu olhe para trás sem grande entusiasmo. Há quem diga que o medo é bom para nos fazer arriscar, mas o medo em demasia bloqueia-nos e paralisa-nos.

Espero vencer todos os medos e que no fim deste filme que é a vida eu olhe para trás e diga: Boa miúda fizeste um bom trabalho, estou orgulhosa de ti.

Texto original
Image and video hosting by TinyPic

Podes Também Gostar De...

8 Blushes

  1. Super me identifiquei com o texto. Todos nós sentimos medo não podemos é deixar que ele nos congele. O meu maior medo é olhar para trás e ver que não fiz um bom trabalho com a minha vida, quero deixar um bom exemplo às minhas meninas. Quero que elas arrisquem na vida, que avancem sem medo, sejam educadas, se divirtam, não façam mal a ninguém mas que não se deixem pisar e para isso acontecer eu tenho que lhes dar o exemplo e tenho medo, muito medo de falhar nisso.
    Mas a vida é assim mesmo há que dar o nosso melhor e tudo correrá bem =)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. É tão bom saber que as pessoas se identificam com o que escrevo. Beijinho Catarina

      Eliminar
  3. Penso tal e qual como tu.:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Percebo-te perfeitamente... E acaba por ser uma luta diária, para que não sejamos consumidas por este medo e que consigamos viver e aproveitar bem as coisas!

    ResponderEliminar

Olá, espero que tenhas gostado deste cantinho!
O teu comentário será respondido neste post.
Obrigada muahhh

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © 2011-2016